4 conselhos para você escolher a especialidade médica

Essa decisão é definitiva para a carreira profissional, por isso é preciso fazer uma escolha equilibrada e segura

Escolher a especialidade médica mais interessante para se dedicar é sempre um momento muito importante para qualquer profissional. Afinal, essa escolha costuma determinar o rumo que a carreira irá seguir dali por diante e é fundamental tomar uma decisão ponderada.

Assim pensando em auxiliar médicos que estão passando por esse momento da sua trajetória profissional, elaboramos esse conteúdo. Nele, você vai encontrar quatro dicas de como fazer uma escolha equilibrada e segura.

1. Leve em conta as suas habilidades e interesses pessoais

Na hora de escolher a especialidade médica, é comum que profissionais avaliem a questão apenas sob o aspecto financeiro, optando por uma área que acreditem trazer melhores oportunidades salariais.

No entanto, desconsiderar habilidades e interesses pessoais e tomar a decisão pensando apenas no retorno financeiro vai diminuir a sua motivação ao longo do tempo e reduzir suas chances de sucesso.

Antes de optar por uma área de atuação, leve em conta que essa será sua realidade por toda a vida ou, no mínimo, por muitos anos. Portanto, ainda que os salários sejam atrativos, torna-se impraticável trabalhar com um assunto com o qual você não tem qualquer afinidade por tanto tempo.

Se você se sente mais confortável atendendo no consultório em horários fixos, por exemplo, não convém escolher especialidades que estejam mais ligadas ao ambiente hospitalar. Entretanto, se você prefere fugir da rotina, tendo uma atividade mais dinâmica, o ideal é que opte por cursos, como emergência em pediatria, terapia intensiva ou cardiologia intensiva.

Uma boa dica para quem segue indeciso é fazer uma lista das matérias que mais chamaram a atenção durante a graduação e pesquisar todas as possibilidades de especialização nesse ramo.

2. Converse com profissionais da área

Com o número de opções já mais enxuto e uma ideia mais clara daquilo que você gosta e do que não gosta de fazer, chegou a hora de buscar profissionais da área para conversar sobre a rotina da profissão.

Na hora de escolher a especialidade médica, trocar ideias com quem já está no mercado e conhece o dia a dia da carreira pode trazer insights preciosos para que você tome a sua decisão.

É um bom momento para perguntar sobre as oportunidades que a especialidade oferece, entender como está o mercado de trabalho e, agora sim, descobrir se a remuneração média oferecida está compatível com suas expectativas.

3. Considere a região onde você pretende atuar

Na hora de escolher a especialidade médica, também é importante considerar a cidade ou região onde você pretende atuar depois de formado.

Em capitais ou cidades de grande e médio porte, onde a oferta de profissionais é muito grande, especialidades que fogem do comum costumam oferecer melhores oportunidades. Já nas cidades pequenas, ocorre o inverso: muitas vezes a carência é de profissionais com especializações em áreas mais tradicionais, como pediatria e cardiologia.

4. Faça um teste vocacional médico

Se mesmo assim você se sentir em dúvida na hora de escolher a especialidade médica, considere fazer um teste vocacional específico para essa situação.

A Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, desenvolveu um questionário com 148 perguntas cujo objetivo é avaliar o percentual de afinidade do usuário com diversas especialidades médicas. O teste está disponível apenas em inglês e pode ser acessado gratuitamente nesse link.

Além do teste oferecido pela universidade norte-americana, existem diversas outras opções disponíveis na internet para que você possa tomar sua decisão e dar o primeiro passo rumo ao seu futuro profissional.

Como você pode ver, é importante considerar fatores como aspirações pessoais, realidade do mercado e até mesmo o local onde você pretende exercer medicina depois de formado na hora de escolher a especialidade médica que você pretende cursar.

Além disso, conheça bem as opções disponíveis para quem busca aprofundar-se em uma determinada área. Você sabe, por exemplo, quais são as vantagens de cursar uma pós-graduação médica lato sensu para quem deseja se especializar? Descubra agora mesmo!